Não se comporte como um ‘saco de batatas’

Quem você é? Você está apenas ocupando espaço no planeta ou está aqui por alguma razão? Quais são os seus sonhos, projetos, como enxerga o mundo? O que você é? O que eu sou? Sejamos o que for, só não podemos ser um saco de batatas nesse mundo.

Não sei exatamente quando foi que ouvi essa expressão, mas tem estado na minha mente nos últimos dias, então pensei em escrever algo sobre a importância de não sermos como um saco de batatas.

O saco de batatas só tem mesmo peso, e onde se coloca, lá ele fica, assim como tantas pessoas nesse Universo, que parecem só ter peso mesmo, porque conteúdo e essência lhe faltam. Falta uma identidade e falta ser algo além de um saco de batatas.

Todos nós já fomos um saco de batatas em algum dia de nossas vidas. Já ocupamos apenas espaço físico no planeta e de forma alguma nos preocupamos com o que estávamos sendo no mundo. Estamos servindo para algo?

É muito fácil de repente deixar de SER para apenas ocupar espaço no mundo e o tempo todo seremos confrontados. Queremos o que dessa vida? Para que lugar estamos caminhando? Qual é a nossa energia? Estamos nos cercando de energias semelhantes ou muito melhores do que as nossas? Estamos em uma tonalidade de transformação ou caímos nas sombras e no vão da inflexibilidade?

Quem estamos sendo? Estamos dando de verdade valor àquilo que somos integralmente? Temos lutado pela nossa vida, temos suspirado por nossos sonhos, temos olhado para nós como protagonistas em nossa vida? Temos nos enxergado por dentro?

Vamos ser o que somos. Resgatar o que precisamos dentro de nossa alma. Vamos nos devolver o brilho, porque muitas vezes, somos nós que nos ofuscamos. Vamos ser o que precisamos ser para fazer valer a nossa vida, mas não sejamos sacos de batatas no mundo. Não sejamos só peso, só corpo, só efemeridade.

A juventude passa, a beleza é temporária, a nossa carne vai morrendo e o que faz valer a vida não é esse corpo que vai apodrecendo, o que faz valer a vida é a nossa essência – única!

Seja o que é, entre em confrontos para defender a sua essência, mas jamais opte por ser um saco de batatas. Não seja só um corpo que ocupa espaço. Tenha um espaço infinito dentro de si, incapaz de habitar apenas a sua carne mortal.

Anúncios

Um comentário em “Não se comporte como um ‘saco de batatas’

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: