Sem se perder não há encontro

Você sabe para onde está indo? Porque eu, muitas vezes não sei absolutamente sobre qual trilha seguir. Em muitos momentos já cheguei bem perto do pânico, da sensação de estar em um labirinto eterno. Já tive momentos na vida de muito pensar se haveria saída. Estranhamente sempre houve.

Muitas vezes preciso entrar dentro da minha solidão para encontrar respostas ou saber como agir, como sair e até mesmo, como entrar. As palavras me ajudam nesse processo de encontro comigo, é estranho como quando escrevo sei exatamente a razão pela qual existo.

E é na solidão, quando a gente só tem a nossa presença, que as respostas começam a se apresentar. É nesse momento de perda de si, que de uma forma inexplicável a gente finalmente se enxerga. Penso em algumas coisas, como para o que existo e talvez essa seja a tarefa mais complexa na minha existência: encontrar essa resposta. E o caminho para essa resposta está na minha existência, dia após dia.

A gente se recusa ao nosso protagonismo em nossa própria vida pela responsabilidade que é assumir-se, que é se responsabilizar pelo papel de si. E quando finalmente você aceita se ‘interpretar’, então… suas vulnerabilidades são colocadas à prova, bem na sua frente, e claro, diante das pessoas. E que bom que é se sentir tão fraco em tantos momentos! Que bom que é achar que você vai se estatelar em pedaços e isso não acontecer! Por que será que isso não acontece?

Quando estou caindo, quando me perco, quando me desencontro, é o momento mais intenso e visceral que descubro existindo. Você não se encontrará, não achará caminho algum sem se perder uma, duas, centenas de vezes. Você não vai saber o caminho sem se perder a cada questionamento sobre si. Não é assim tão fácil viver, mas olha… É muito especial quando a gente entende a razão pela qual a vida existe.

Tenho aprendido a me deliciar nos momentos em que estou mais perdida e não paro de caminhar ou penso em desistir no processo. Muitas vezes caio na gargalhada quando penso que estou no meu limite, porque a gente sempre consegue dar conta do caos. Pode acreditar. Com ou sem Rivotril a gente sempre consegue dar conta.

Se você chegou ao fim da linha, que bom! Agradeça. É absolutamente incrível se perder  totalmente sozinho e ter a sensação de que não vai conseguir, de que já era e de um jeito muito louco, recomeçar a caminhada. É muito lindo quando você vê o quanto de ferramentas existem dentro de si para tornar todos os sonhos mais loucos possíveis.

Se perca. Se estatele. Perca o mapa. Perca a bússola. Perca a sanidade. Perca a si. Chegue ao final da linha. Depois de tudo isso, se apresente a si mesmo, converse com a sua consciência e retome o caminho. Se encare, porque se encarar é ato de coragem em um mundo em que as pessoas querem distância do contato consigo. Não tenhamos medo de olhar as nossas feridas, as nossas muitas úlceras na alma. Sejamos realistas conosco.

Que lindo é se perder. Que lindo é escrever um texto assim em plena consciência, vivendo exatamente o que está escrevendo. Que bom é ser assim, tão vulnerável, e perdida! Que bom é se encarar!

Tá perdido, tá sem onda, tá com medo? Seus fantasmas, seu enredo, sem destino (não poderia perder a oportunidade de encaixar Essa Noite Não aqui rs). Mas olha… os encontros só acontecem assim, no profundo caos, em meios às perdas. O autocontrole a gente só encontra no desespero.

A vida é sozinho. É assim. A gente com a gente. Os encontros com o mundo só são possíveis quando a gente vence a si mesmo e se encara nos muitos desencontros e dores. Viva por todas as perdas! Viva pelas descobertas que só fazemos quando estamos totalmente sem rumo na vida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: