Você não pode ter sempre o que quer

Vamos lá, estou ouvindo uma música que há algum tempo não cantarolo dos Stones – You Can’t Always Get What You Want. Talvez eu fique nessa o resto da semana ou do mês.

Músicas falam muito comigo. Tenho certeza de que já escrevi algo ouvindo essa música, mas não me lembro o texto. Você não pode ter sempre o que quer. É estranho, porque é uma afirmação totalmente plausível na realidade, ainda mais em uma reflexão sobre vida adulta, mas e quando a nossa criancinha interna entra em cena e quer exigir algo?

A minha criança tem entrado em conflito com a Daiana adulta. Como adulta, estou tentando a todo o momento dizer isso a essa menininha mandona: você não pode ter sempre o que quer, meu bem…

E aí entra a questão mais importante: o que eu quero é de fato aquilo que preciso? E se aquilo que quero me quisesse, será que eu iria continuar querendo? Ei, estou falando de uma criancinha caprichosa que ora quer algodão-doce e ora quer pipoca salgada.

Você não pode ter sempre o que quer. Grita isso a si mesma. Assim como eu faço na minha mente. Ei, tem um cara leonino gritando isso na minha mente agora.

Mas se você tentar, talvez descubra que consegue o que precisa… Não o que você quer, mas o que precisa, o que fará sentido.

Estou muito brava com a menininha que quer se impor sobre os meus 33 anos, mas olha… Ela vai precisar se dobrar.

Publicado em: Blog

Um comentário sobre “Você não pode ter sempre o que quer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s