Viver sem esperança não é vida!

Podemos conviver com uma série de inconstâncias, com uma guerra de sensações internas. Podemos experimentar a sensação de alma agonizante em diversos momentos da vida. Podemos experimentar a morte em vida, neste paradoxo enlouquecedor. Mas sem esperança, quem vive? Quem vive sem certeza de dias melhores? Podemos conviver com pessoas pelo simples exercício da educação... Continuar Lendo →

Que o seu ato de esperança persista

Que a esperança é bela e que falar ou escrever sobre ela gera inspiração, não há dúvidas. É um ato de coragem solitário, cujo símbolo 'Esperança' — esse nome forte que não importa como entoado é — gloria-se por si só apenas por bradar até mesmo contra a morte… principalmente contra a morte dos sonhos.... Continuar Lendo →

Mulheres unidas contra o fascismo – por que um grupo virtual é tão significante para ‘algumas’ mulheres?

Por trás dos cacos, existe um brilho inalterado, embaixo da poeira na alma, há esperança de dias melhores. Ela é divina, tem traços de orgulho comedido e guarda algo importante sobre a mulher em pedaços — ela é cachoeira estupenda que brota do alto das rochas. (trecho da obra Mulher Quebrada) Há pouco me deparei... Continuar Lendo →

7 razões para ler Cujo, de Stephen King

Às vezes você vai ver alguns posts assim aqui no blog, sobre livros que já li e por que seria legal se você lesse... Fique à vontade para me indicar livros também 🙂 Eu gosto muito de Stephen King, essa obra é uma das mais especiais dele, e eu cheguei a Cujo como ninguém costuma... Continuar Lendo →

A solidão só é vilã quando nós não sabemos conversar conosco

Se tem um trecho de música contraditório é o ‘é impossível ser feliz sozinho’. Se a gente for pensar no sentido de vida em sociedade, o sentido está, por exemplo, na execução de nossos projetos e de que para serem bem-sucedidos, dependem de outros seres. A família é outro exemplo de tesouro inestimável para milhares... Continuar Lendo →

Priorize sempre a sua saúde mental

Nós somos muito além do que vemos no espelho, nós temos feridas invisíveis, labirintos dentro de nós mesmos, nós temos dores em várias partes da alma, as piores das dores, que não podem ser remediadas como uma virose qualquer. Fui fazer terapia pela primeira vez aos 29 anos, estava no meu limite, não sabia como... Continuar Lendo →

Além de toda merda…

Há dias tão merda, essa é a verdade. A gente lê e sabe que é importante ver o lado bom das coisas, a gente sabe... Mas quando a merda sobrevém, o que resta é só lidar, mais nada. Se você tiver o seu sol em touro, o seu conforto de alguma maneira estará na comida,... Continuar Lendo →

Quando o luto sobrevém

Faz algum tempo que vi o filme La Délicatesse (A delicadeza do amor) estrelado pela atriz francesa Audrey Tautou. Após três anos de luto do marido François, Nathalie conhece Markus em um momento de sua vida em que ela havia se esquecido de si e focado totalmente no trabalho. Foram três anos de memórias vívidas,... Continuar Lendo →

Marina Person

Esse texto poderia ter outros títulos, como Califórnia, filme dirigido pela Marina Person, mas em tudo que vi do filme, em todo diálogo, em cada música, em cada sorriso tímido da Estela, em cada minuto de filme, foi a Marina Person que vi, que ouvi, que relembrei. Das Vjs da MTV, a minha favorita era... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: