E me fez ficar assim…

*texto orginalmente publicado em 2015 no blog Barasa Plutônica Aqui estou ouvindo Maysa, Meu Mundo Caiu e posso sentir a loucura, a passionalidade e a sofreguidão. Na verdade lembrando de Maysa, lembrando de Vinicius de Moraes e lembrando de seres profundos que existirão por toda a eternidade, deixo aqui meu brinde… Um brinde à loucura! Aos seres … Continue lendo E me fez ficar assim…

Isoladas

Crônica escrita em junho/2020 Há alguns meses o mundo mudou e tem mudado. Há alguns meses tenho convivido muito mais com uma presença nova, divertida, às vezes emocionalmente desequilibrada e um tanto complicada. Ela precisou parar, assim como eu diante dessa pandemia. Muitas coisas já vinham se transformando em seu interior e com esse isolamento, … Continue lendo Isoladas

Mariana e o elefante cor-de-rosa

Mariana é daquelas mulheres inesquecíveis, cabelos castanhos ondulados até metade das costas, brilhantes e sedosos. A boca era de um tom naturalmente alaranjado, a pele muito branca e a cintura era como um caminho para a perdição. Mariana era toda mistério, mulher de sonhos. O riso era solto e o som era hipnótico, acredite, ouvir … Continue lendo Mariana e o elefante cor-de-rosa

Dor que dilacera e reconstrói

Texto originalmente publicado no blog Barasa Plutônica Este é aquele texto que me pede para ser escrito, que independe do ‘momento’ ou inspiração. A dor é a ferramenta de transformação de almas mais importante. É como uma espécie de lixa que transforma pedras sujas e brutas em pedras únicas e resplandecentes. A dor não é … Continue lendo Dor que dilacera e reconstrói

Quem estará sempre com você?

*texto originalmente publicado no portal Barasa Plutônica Quando a gente é muito jovem, é pressionado à ideia de que é preciso mudar o mundo. Eu queria sim mudar o mundo, mas também entendia que era um trabalho coletivo e não apenas meu. Embora eu possa sim tentar uma mudança isoladamente, procurando evoluir enquanto ser humano. … Continue lendo Quem estará sempre com você?

HÁ FLORES… EU VEJO ASSIM!

texto originalmente publicado no blog Comigo em Plutão A dor cura! Você já pensou nisso? A cura passa pela dor. A dor dilacera até o momento da cicatrização e ninguém pensa que a ferida aberta vai se cicatrizar, assim, de repente. A gente às vezes acha que a ferida não vai fechar ou que o … Continue lendo HÁ FLORES… EU VEJO ASSIM!

Cavalos Selvagens

Eu prefiro os Rolling Stones, gosto das músicas, me emocionam e me despertam para muitas coisas nesta vida insana… Um dia, por acaso vi na TV o show da banda no momento da execução da música Wild Horses e… chorei… Meu inglês é péssimo, mas de uma forma impressionante aquela música entrou em minha alma. E quando … Continue lendo Cavalos Selvagens

Porque nada floresce da noite para o dia

*Texto originalmente publicado no blog Barasa Plutônica Cada coisa a seu tempo, mas como é difícil se render ao tempo! Tantos sonhos, tanta esperança ardendo na alma e ao mesmo tempo, é preciso lidar com um jardim em processo de transformação. Um jardim secreto, que está dentro da alma, esperando para ser cultivado. Mary Lennox … Continue lendo Porque nada floresce da noite para o dia

“Quando conhecer sua alma, pintarei seus olhos.”

Texto publicado no blog Barasa Plutônica Houve no mundo um artista italiano conhecido como Amedeo Modigliani, talentoso, imperfeito, vivaz, doente e talvez mais parisiense do que italiano. Se algum conhecedor de obras de arte ler este primeiro parágrafo, provavelmente gritará: “Quanta estupidez!” Mas vou lhe contar algo que precisa saber sobre a sabedoria… Ela não … Continue lendo “Quando conhecer sua alma, pintarei seus olhos.”

Quando a alma estiver triste

Conteúdo originalmente publicado no portal Barasa Plutônica Há momentos em que desabar é inevitável. A gente abre a janela, olha algumas vezes a mesma paisagem, numa falsa esperança de que a vista seja outra, além da realidade. É como se a alma estivesse gritando dentro da gente e ninguém pudesse ouvir, sequer imaginar, que a … Continue lendo Quando a alma estiver triste