Sobre

Daiana Barasa

O blog Mulher Quebrada surgiu antes mesmo do livro, porque a ideia já estava pronta, esperando apenas para criar corpo. Depois da concepção da obra em parceria com a Chiado editora, ideias de novos temas, que estimulassem questionamentos, foram surgindo e se transformando em textos, assim, o blog Mulher Quebrada se transformou em um espaço democrático e focado em questões em torno do ser feminino.

Este é muito mais do que ‘um blog sobre um livro’, é a propagação de uma temática importante e essencial nos tempos atuais – o ser humano em busca por sua verdade, por exalar a verdadeira essência.

Além dessa vertente de temas que despertem o anseio do ser humano por ‘ser’ de fato, surge uma outra necessidade: a de tratar de assuntos importantes em torno da leitura aqui no Brasil. Quantas mulheres escritoras, falo no mundo todo, são lidas? Nas universidades, escolas, as indicações de leituras são predominantemente de homens ou mulheres? Entende? Claro que deveria ser uma questão de fomento à produção artística literária, além de gênero, apenas produção artística ‘humana’, mas muito está sendo dito por meio dessa realidade.

Sou um pontinho no universo, mas acredito muito que ações, quando realizadas com toda a alma podem tocar seres humanos, podem estimular, podem fazer surgir ou ressuscitar em almas, um anseio revolucionário. As transformações mais grandiosas são aquelas que acontecem silenciosamente dentro da alma, quando a sociedade lá fora, sequer imagina, que um corpo ‘qualquer’ que vaga no mundo guarda em si uma avalanche de esperanças e de desejos de restauração. Que a literatura vença, aqui no meu país e nos quatro cantos da terra.

Esse é um portal que propaga a ideia de que seres quebrados podem ser inteiros, quando escolhem a partir de seus pedaços ‘ser’, além das mais devastadoras adversidades.

Aqui você encontrará conteúdos sobre literatura, desenvolvimento pessoal e processo de escrita.