Admita a sua limitação

Sou sozinha, mas não estou sozinha - isso eu afirmo hoje depois de definitivamente admitir que por mim mesma, que com a minha própria 'ajuda' não conseguiria me livrar de muitas bagagens. Comecei a ajuntar esses pesos desde a infância e fui amontoando sobre as costas uma série de cargas, que só hoje entendo que... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: