Sem paixão, não há razão para viver

Certa vez, nem sei bem como, cheguei ao filme Azul é a cor mais quente e o achei tão genial! Quando se vê Emma (a personagem com o cabelo pintado de azul), instintivamente o espectador pensa que trata-se da protagonista da história, mas quando a narrativa começa a ser descortinada, então percebe-se que aquela menina … Continue lendo Sem paixão, não há razão para viver