Quando a alma estiver triste

Conteúdo originalmente publicado no portal Barasa Plutônica Há momentos em que desabar é inevitável. A gente abre a janela, olha algumas vezes a mesma paisagem, numa falsa esperança de que a vista seja outra, além da realidade. É como se a alma estivesse gritando dentro da gente e ninguém pudesse ouvir, sequer imaginar, que a … Continue lendo Quando a alma estiver triste